Skip Global Navigation to Main Content
Skip Breadcrumb Navigation
Tipos de visto e taxas de vistos temporários (não-imigrantes)

Estudantes: Acadêmicos e Vocacionais

Um estudante que pretenda frequentar uma universidade ou outra instituição acadêmica nos Estados Unidos deve requerer um visto de estudante (F-1); aqueles que desejam  cursar  uma instituição profissional ou não-acadêmica precisam solicitar o visto não-acadêmico (M-1). Os solicitantes do visto de turismo (B-2) ou as pessoas que viajarem aos Estados Unidos utilizando o Visa Waiver Program (Programa de Isenção de Visto) não podem estudar em cursos de período integral. Entre em contato com um dos escritórios EducationUSA mais próximo de você para obter informações sobre como estudar em faculdades e universidades nos Estados Unidos. 

Para solicitar o visto de estudante, é necessário:

  • que a escola emita ao estudante o formulário designado de “I-20” – Certidão de Elegibilidade,
  • que a instituição educacional sponsor (patrocinador) registre o aluno no sistema SEVIS, e
  • que o solicitante traga para a entrevista: o documento original do formulário “I-20” e comprovante do pagamento do SEVIS.

Visto Acadêmico (F1)

Um estudante que pretenda frequentar uma universidade ou outra instituição acadêmica nos Estados Unidos, incluindo as escolas primárias e secundárias ou um programa de treinamento de idiomas, deve requerer um visto de estudante F-1. A Seção 214 da Lei de Imigração e Nacionalidade (INA) proíbe a emissão de vistos F-1 para os estudantes que pretendem viajar  para os Estados Unidos para estudar em escolas públicas de ensino fundamental (até a oitava série, aproximadamente entre 5 e 14 anos) e programas de educação de adultos com financiamento público, como aulas de língua estrangeira. Os estudantes solicitantes do visto F-1 que pretendem estudar em escolas públicas do ensino médio (1° ao 3° ano do segundo grau, com idades aproximadas de 14 a 18 anos) são limitados a um período máximo de 12 meses em escola pública com este visto e devem apresentar documentos comprovando já ter efetuado o pagamento do custo total do curso, sem subsídio. Esta regra não é utilizada para estudantes freqüentando escolas privadas de ensino médio e fundamental.

Visto M

O estudante que pretende frequentar um curso que não seja essencialmente de natureza acadêmica em uma instituicão vocacional estabelecida, ou outra instituição não-acadêmica reconhecida como uma escola vocacional ou profissionalizante pós-secundária, precisa solicitar um visto não-acadêmico M-1.

Trabalho

Em algumas circunstâncias, é possível obter permissão para exercer atividade remunerada utilizando o visto F-1. Os solicitantes do visto M-1 somente receberão autorização para exercer atividades profissionais remuneradas se, como exigência do curso, houver necessidade de formação prática, mas, para isso, deverá haver aprovação prévia pelo Serviço de Cidadânia e Imigração dos Estados Unidos (USCIS).  

Entrada e Tempo de Permanência

O solicitante de um visto de estudante (F-1) ou não acadêmico (M-1) pode entrar nos Estados Unidos até 30 dias antes da data de registro designada nos certificados I-20A-B ou I-20M (Certificado de Eligibilidade para Não- Imigrantes Acadêmicos ou Estudantes de Idiomas). A limitação de 30 dias não se aplica aos alunos que forem retomar os estudos, pois os mesmos podem entrar nos Estados Unidos a qualquer momento. O titular de um visto F-1 pode permanecer nos Estados Unidos por até 60 dias após a conclusão do curso ou treinamento prático.

Nota: O tempo de estudo total de um solicitante de visto F-1 em uma escola secundária pública não pode exceder um total de 12 meses.

O solicitante do visto M-1 pode permanecer nos Estados Unidos pelo período de tempo necessário para concluir seu curso, conforme data indicada no formulário I-20M mais 30 dias, ou um ano, o que for mais curto.

Caso o solicitante do visto deseje permacener nos Estados Unidos por um período maior do que o emitido em seu visto, deverá retornar a seu país de origem e solicitar a renovação do mesmo.

Cônjuges e Filhos

Cônjuges e/ou Filhos com menos de 21 anos que pretendem acompanhar o solicitante do Visto F-1 ou M-1 durante sua permanência nos Estados Unidos deverão requerer o visto derivativo F-2 ou M-2. Os dependentes que não quiserem residir nos Estados Unidos com o titular do visto F-1 ou M-1, mas tenham a intenção de viajar ou de passar as férias nos EUA, deverão solicitar o visto de turismo B-2, ou  checar se qualificam-se para o Visa Waiver Program (Programa de Isenção de Visto).

Maiores informações para parceiros de união estável.

Visto F-2 versus Visto F-1

Não é obrigatória a solicitação de visto caso o dependente do portador do visto F-1, M-1 (F-2/M-2) deseje estudar nos Estados Unidos. Mas, se ele se qualificar, poderá solicitar o visto de estudante F-1. Se você tem filhos em idade escolar, refira-se aos regulamentos que regem o visto F-1.

Trabalhar utilizando o visto F-2/M-2

Os portadores dos vistos derivativos F-2/M-2 não podem trabalhar. Se assim desejarem, deverão obter vistos apropriados para o trabalho desejado.

Acredito estar qualificado para o visto F ou M. O que faço agora?

Neste caso, você deverá obter da escola ou instituição acadêmica o formulário I-20Aou B/I-20M-N (Certificado de Eligibilidade para Não-Imigrantes Acadêmicos ou Estudantes de Idiomas). As  escolas e instituições que tenham recebido aprovação do governo dos Estados Unidos para inscrever estudantes estrangeiros têm autorização para emissão desses formulários. Os formuláros I-20A-B ou I-20M-N não são válidos para viajar sem a emissão do visto válido. Uma vez de posse do formulário, você pode solicitar o visto.

Nota: Não há garantias quanto à emissão de visto antecipadamente. Portanto, a finalização dos planos de viagem ou a compra de passagens não restituíveis só devem ser feitas após o recebimento do passaporte com visto.